Acompanhe aqui os fatos mais relevantes sobre a área de recursos humanos em saúde.

Seminário Atenção Primária à Saúde: estratégia chave para a sustentabilidade do SUS - dias 17 e 18/04
Data: 10/4/2018

Nos dias 17 e 18 de abril, a representação da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) no Brasil sediará, em Brasília, um seminário com especialistas nacionais e internacionais para discutir as evidências em torno da Atenção Primária à Saúde (APS) como estratégia para enfrentar os desafios da sustentabilidade do Sistema Único de Saúde (SUS). O encontro faz parte da agenda 30 Anos de SUS, que SUS em 2030?, promovida pela OPAS que propicia o debate técnico em prol do fortalecimento do SUS. Este seminário conta com o apoio do Ministério da Saúde, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e do Banco Mundial.

No primeiro dia, as discussões envolverão temas sobre a relevância da APS na melhoria das condições de saúde e sobre a eficiência do modelo. Entre os convidados está o pesquisador da Universidade da Califórnia, James Macinko, que estuda, entre outros pontos, o impacto da APS nas internações hospitalares e na redução dos gastos financeiros. O impacto do Programa Mais Médicos na APS no Brasil será apresentado por meio da análise dos resultados das pesquisas científicas realizadas desde a implementação do Programa, pela consultora da OPAS, Elisandrea Kemper. A mesa com caráter mais econômico estará a cargo dos consultores do Banco Mundial, Maureen Lewis e Daniel Cotlear, que tratarão sobre as evidências a respeito da eficiência de sistemas de saúde baseados na APS.

No dia 18, o debate versará sobre o papel da APS no cuidado das condições crônicas, com apresentação de experiências inovadoras de secretarias municipais e estaduais de saúde, apresentadas pelo sanitarista e consultor do Conass, Eugênio Vilaça, e também pela pesquisadora da UFMG, Mônica Viegas. A experiência internacional será apresentada pelo pesquisador da Escola de Saúde Pública de Andaluzia, Sérgio Minué.

A tarde, a discussão será em torno da gestão e da formação de recursos humanos (RH), pontos imprescindíveis para uma APS forte. O pesquisador Jacques Girard, da Universidade Laval (Quebec), tratará sobre políticas públicas e o secretário de Saúde do Distrito Federal, Humberto Fonseca, apresentará o projeto Converte que vincula os servidores da pasta à estratégia da APS. A formação de profissionais orientados para a APS será o tema da palestra do diretor da Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande do Norte, George Dantas.

As vagas para o seminário já foram preenchidas mas o debate será noticiado pelo Portal da Inovação na Gestão do SUS (apsredes.org) e pelo Facebook @inovacaoemsaude.

PROGRAMAÇÃO Seminário APS Forte – Agenda SUS 30-2030

Fonte: 

http://apsredes.org/seminario-discute-aps-como-estrategia-chave-para-sustentabilidade-do-sus/



Seminário Internacional "O futuro dos sistemas universais de saúde": 24 e 25 de abril de 2018 https://t.co/IXJM8jTQrF
Publicações da OPAS reúnem resultados de estudos sobre o impacto do Programa Mais Médicos A Organização Pan-Ameri… https://t.co/R3vkRu6YzR
Encerramento do Seminário Atenção Primária à Saúde - estratégia chave para a sustentabilidade do SUS O papel da A… https://t.co/K8rfVqLeBJ
Todos os direitos reservados © ObservaRH-IMS/UERJ - 2013