Acompanhe aqui os fatos mais relevantes sobre a área de recursos humanos em saúde.

4º Fórum Global sobre Recursos Humanos em Saúde: saiba como foi!
Data: 21/11/2017

De 13 a 17 de novembro, foi realizado, em Dublin, Irlanda, o 4º Fórum Global de Recursos Humanos em Saúde. Leia o resumo sobre as sessões plenárias, conforme divulgação da comunicação do Fórum (HRH Forum 2017). Acesse também o site do Congresso: http://hrhforum2017.ie/, com diversas informações sobre o evento, incluindo o documento final elaborado, a "Declaração de Dublin sobre Recursos Humanos em Saúde".

Abertura

A mestre de cerimônias Dil Wickremasinghe transmitiu, na cerimônia de abertura do evento, a mensagem de que o mundo enfrenta um déficit estimado de até 18 milhões de trabalhadores de saúde até 2030 e o tempo de agir é agora.

Para simbolizar o progresso feito desde o primeiro fórum global em Uganda e a ação coletiva necessária para "construir a força de trabalho da saúde do futuro" - tema do Fórum deste ano - , foi transportada uma bandeira pelos delegados da Uganda, Tailândia, Brasil e Irlanda.

O discurso de abertura foi realizado pelo Ministro da Saúde da Irlanda, Simon Harris, que aproveitou a oportunidade para solicitar o envolvimento multissetorial no enfrentamento dos desafios da força de trabalho em saúde. Segundo Simon Harris, "Nenhum país ou organização pode construir a força de trabalho de saúde do futuro. É por isso que este Fórum Global é tão importante".

Em discurso por vídeo, o diretor-geral da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu compromisso político e financeiro para expandir e transformar a força de trabalho global em saúde. "Isso não é um custo. É um investimento. Um investimento que deve ser nutrido", disse. "Investir em profissionais de saúde cria empregos, impulsiona o crescimento e aumenta a produtividade (...)”.

Sessão Plenária 1

Na primeira sessão plenária, “Sistemas de Saúde para o Futuro: 2030 e além”, Godlieve van Heteren liderou uma discussão em estilo de entrevista que abordou questões sobre o compromisso com o investimento em saúde, barreiras ao progresso e o que precisa ser implementado para alcançar os objetivos de 2030 para cobertura universal de saúde. A Ministra da Saúde de Uganda, Sarah Opendi, enfatizou a necessidade de investimento em Recursos Humanos em Saúde e a importância do compromisso político.

A Diretora Regional da OMS, Zsuzsanna Jakab, falou sobre o custo econômico de não abordar as cargas de doenças em um país. Já a embaixadora da Noruega na Irlanda, Elsa Berit Eikeland, enfatizou a necessidade de garantir o acesso à saúde. O representante do Fórum Juvenil, Kevin McMahon, afirmou que os jovens estão ávidos para se envolver no planejamento do futuro.

Este painel foi claro: é necessário agir agora.


Sessão Plenária 2


O conceito de “triângulo da força de trabalho em saúde” foi discutido na Sessão 2, intitulada "Alinhando educação e utilização de habilidades para otimizar o desempenho da força de trabalho". Krisada Sawaengdee, Conselheira do Ministério da Saúde Pública na Tailândia, falou sobre as mudanças na força de trabalho na Tailândia.

O tema da distribuição dos profissionais de saúde foi novamente suscitado, desta vez buscando iniciativas para abordar áreas com falta de médicos. As iniciativas mencionadas incluíram a provisão de empréstimos aos médicos que passam o tempo trabalhando em áreas subatendidas, treinamento em áreas rurais para incentivar a retenção; e a necessidade de identificar indivíduos que estão dispostos a trabalhar em áreas rurais em nível de graduação, bem como na fase de residência. Também foi discutida a necessidade de educação adaptada para assegurar que os profissionais de saúde sejam treinados adequadamente para atender a demanda nesse país.

Uma boa visão geral da sessão é uma citação de Martinho Dgedge, do Ministério da Saúde de Moçambique: "Investir em uma boa educação é o pilar para qualquer mudança de sistema".

Sessão Plenária 3

As políticas e o planejamento da transformação do mercado de trabalho foram objeto da Sessão 3, que provocou um intenso debate. A sessão focou nas ações necessárias para estimular os investimentos na criação de oportunidades de emprego que respondam às necessidades atuais e futuras da população.
Houve solicitações de abordagens inovadoras para o planejamento da força de trabalho devido à complexidade dos mercados de trabalho.

Sessões Plenárias 4 e 5

A quarta sessão plenária, “Trabalho digno, Direitos e Responsabilidades”, tratou de questões sobre políticas, ações e investimentos para garantir trabalho digno. O painel incluiu representantes do Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos; da Organização Internacional do Trabalho (OIT); da Mulheres na Saúde Global (Women in Global Health) e do sindicato alemão VERDI. As questões discutidas incluíram o diálogo social; gênero e os desafios para operacionalizar políticas e estruturas.

A política operacional foi um dos tópicos discutidos durante a quinta sessão plenária, “Avançando: melhorando a governança para a implementação efetiva da Estratégia Global de Recursos Humanos em Saúde”. A sessão abordou detalhadamente as ações de governança necessárias para o desenvolvimento e transformação dos sistemas de saúde e da força de trabalho, para alcance das metas globais.

Participação do ObservaRH-IMS/UERJ no Fórum

O ObservaRH-IMS/UERJ teve participação no Fórum:  foi apresentado o trabalho"Assessment of the Scope of Practice of Physicians Participating in the More Medical Doctors Program, and Associated Factors", de autoria de Celia Regina Pierantoni, coordenadora do ObservaRH-IMS/UERJ, e Ana Cristina de Sousa van Stralen, coordenadora da Estação de Pesquisa de Sinais de Mercado do NESCON/UFMG).

Já o Professor Mario Dal Poz foi um dos palestrantes da mesa de debate: "Os investimentos na educação privada da força de trabalho em saúde estão contribuindo para o avanço nas prioridades na saúde pública?".



Inscrições até 11/01/2018 ICICT - FIOCRUZ oferece curso de especialização em Informação Científica e Tecnológica... https://t.co/uPgtnH3Ky9
Estão abertas as inscrições, até o dia 08/12, para os Cursos de 15 HORAS do Telessaúde UERJ. Venha, inscreva-se... https://t.co/A7ciO5HteW
Amanhã (05/12/17), de 10h às 11h (horário de Brasília) ➤ Webinar Working for Health Assista pelo link:... https://t.co/F7OYKPymiq
Todos os direitos reservados © ObservaRH-IMS/UERJ - 2013