Acompanhe aqui os fatos mais relevantes sobre a área de recursos humanos em saúde.

1º Simpósio Internacional debate Trabalho e Educação na Saúde em Natal
Data: 8/5/2017

No dia 1º de maio, foi realizado o 1º Simpósio Internacional Trabalho e Educação na Saúde, na reitoria da Universidade Federal de Natal (UFRN). Dentre os temas debatidos, estiveram: o cenário brasileiro e mundial do trabalho em saúde, problemas e desafios atuais da área, a relação entre emprego em saúde e desenvolvimento socioeconômico e a construção de uma agenda de pesquisa com a participação de professores, pesquisadores, gestores e estudantes.

O simpósio integrou a programação pré-congresso do 3º Congresso de Política, Planejamento e Gestão em Saúde da Abrasco, ocorrido em Natal (RN), entre os dias 1º e 4 de maio. O evento foi promovido pelo Grupo Temático Trabalho e Educação na Saúde da Abrasco - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, em parceria com o Observatório de Análise Política em Saúde (OAPS), Observatório RH da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

A Estação de Trabalho ObservaRH-IMS/UERJ, por meio de sua coordenadora e pesquisadora Celia Pierantoni e dos pesquisadores Mario Dal Poz e Tania França – todos professores do Instituto de Medicina Social da UERJ -, participou do simpósio internacional.


Mario Dal Poz coordenou a mesa redonda “Emprego em Saúde e Desenvolvimento Econômico”, que teve como convidados: Mónica Padilla, coordenadora da Unidade Técnica de Capacidades Humanas em Saúde (OPAS/OMS), e Edson Araújo, pesquisador do Banco Mundial, com doutorado em Saúde Coletiva (ISC/UFBA).

Na mesa, foram discutidos os temas: relações entre emprego em saúde, acesso universal e projetos de desenvolvimento econômico e social, bem como os desafios do campo de Recursos Humanos em Saúde.

Celia Pierantoni participou do painel “Força de trabalho em saúde no Brasil hoje”, coordenado por Janete Castro (UFRN). Segundo Celia, o desafio do provimento adequado de serviços de saúde em regiões remotas, pobres e periféricas é enfrentado em quase todas as regiões do mundo. “A ausência de profissionais de saúde é Pré-SUS”, afirmou. A pesquisadora discorreu sobre estratégias internacionais para lidar com a questão, como a revisão da legislação que regulamenta os escopos de prática profissional. No Brasil, a estratégia tem sido colocar a regulação do trabalho e das profissões em saúde no centro das discussões da área de recursos humanos em saúde. Sobre a regulação, a sanitarista chamou a atenção para a discussão sobre práticas avançadas na área de enfermagem, como prescrição de medicamentos, realização de partos, solicitação de exames, entre outras, e a necessidade de pensar em protocolos, afirmando que a formação desses profissionais é muito boa e permite a realização das atividades.

Na apresentação, Celia destacou a importância da cooperação entre instituições, da existência de profissionais suficientes com qualificação e de uma política de regulação profissional para alterações na formação de profissionais de saúde, afirmando que é necessário “mais do que a vontade de docentes e professores”. “Mudanças curriculares envolvem novas propostas de pensar a saúde e novos modelos pedagógicos que apontem o desenvolvimento de competências para a prática ampliada”.

Tania França ressaltou, em entrevista ao canal do IMS/UERJ, a relevância do simpósio, uma vez que a área do trabalho e educação na saúde ainda tem uma agenda extensa, e que o evento possiblitou discutir temas como a regulação profissional e a escassez de trabalhadores, em uma visão não só do Brasil, como de outros países. Destacou, ainda, a construção de uma agenda de pesquisa e investigação ao final do evento, que se propõe a fortalecer ainda mais o campo do trabalho e da educação na saúde.

Saiba mais sobre o 1º Simpósio Internacional Trabalho e Educação na Saúde:
http://bit.ly/2pYPxaE

Confira os vídeos das entrevistas em https://www.facebook.com/Observarh/ ou em https://www.facebook.com/imsuerj/?hc_ref=PAGES_TIMELINE

Fonte: Observatório de Análise Política em Saúde

/   

/ 

/ 

 /

 



Amanhã, dia 23 de junho, a OPAS/OMS convida todos os interessados para assistirem ao webinar em português... https://t.co/yCIgxI5kSF
A 15ª edição da Expoepi acontece entre 28 a 30 de junho em Brasília. Faça sua inscrição pelo site: Fonte: CONASEMS https://t.co/6Xa3DgXLY7
A SUA REGIÃO EM DADOS População e território, infraestrutura urbana, características socioeconômicas,... https://t.co/vI4q8dAep1
Todos os direitos reservados © ObservaRH-IMS/UERJ - 2013